HEGEL – O REAL E O RACIONAL

“O que é real é racional, o que é racional é o real”, essa é a máxima do idealismo racional do filósofo Hegel. Com essa máxima, o filósofo nos diz que todo real é somente real porque é conhecido por um sujeito que lhe identifica como real, e, portanto, tudo o que já foi conhecido, já se tornou racional. Assim, só conhecemos o que é convertido em pensamento. O ser, para o filósofo idealista, é uma ideia, é um ser pensado. Desse modo, para o filósofo, não existe algo que seja impossível de ser pensado, ou seja, não há nenhum conhecimento sobre o mundo natural ou espiritual que não seja alcançável pela razão, pois a razão é o meio pelo qual é possível compreender a essência das coisas.

Autor: João Paulo Rodrigues

Referências:

Gisele Leite. Hegel e o Direito. Disponível em: https://www.monografias.com/pt/trabalhos904/hegel-direito/hegel-direito2.shtml#:~:text=%22O%20que%20%C3%A9%20real%20%C3%A9,que%20se%20converte%20em%20pensamento

https://www.todoestudo.com.br/filosofia/hegel